Oferta!

Ilha do tesouro, de Robert Louis Stevenson (reserva)

R$99,90 R$69,90

Capa dura, ilustrações coloridas, cores especiais, texto integral

Pré-venda: envio em 20 de outubro de 2020

Um velho capitão pirata com um mapa roubado que leva a um tesouro escondido. Um marujo com uma perna de pau e um papagaio no ombro. Uma jornada cheia de perigos em uma ilha desconhecida. Se tudo isso parece lugar comum hoje em dia, em 1882 era um mundo extraordinário. Valendo-se de casos reais da pirataria que assolou as Américas entre os séculos 17 e 18, Robert Louis Stevenson escreveu para seu enteado a história que gostaria de ter lido quando criança. Essa história ressoa até hoje, uma leitura emocionante que criou o imaginário popular sobre os piratas e suas aventuras. Io-ho-hô, e uma garrafa de rum!

A coleção Mundos Extraordinários do Instituto Mojo traz os livros indiscutivelmente clássicos para a sua estante. Nessa coleção, todos os protagonistas são crianças e jovens que descobrem, enfrentam ou simplesmente são abandonados em mundos completamente desconhecidos para eles. Entre os títulos estão O livro da selva (Mowgli), Peter Pan & Wendy, Oz (dois livros em um: O magnífico Mágico de Oz e a maravilhosa Terra de Oz), As aventuras de Alice (dois livros em um: Alice no País das Maravilhas e Através do Espelho), Pinocchio, Ilha do Tesouro, O jardim secreto, Anne of Green Gables, O segundo livro da selva e tantos outros. Ao comprar nossos livros impressos, você contribui para que todos tenham acesso gratuito aos livros digitais.

Consulte o prazo estimado e valor da entrega

Não sei meu CEP

Descrição

Escrito por Robert Louis Stevenson

Ilha do tesouro é a obra que estabeleceu a mística pirata na literatura ocidental. Foi neste livro que a perna de pau, o baú do tesouro, os mapas secretos, o papagaio no ombro e, também, os nomes de Long John Silver, Billy Bones, Capitão Flint e outras figuras ficaram conhecidas. Robert Louis Stevenson une uma narrativa empolgante de pura aventura com a didática leve sobre navegação e costumes da Era Vitoriana para nos fazer viajar juntos com a tripulação e encontrar tesouros tão o mais valiosos do que dobrões e peças de oito.

Um velho capitão pirata com um mapa roubado que leva a um tesouro escondido. Um marujo com uma perna de pau e um papagaio no ombro. Uma jornada cheia de perigos em uma ilha desconhecida. Se tudo isso parece lugar comum hoje em dia, em 1882 era um mundo extraordinário. Valendo-se de casos reais da pirataria que assolou as Américas entre os séculos 17 e 18, Robert Louis Stevenson escreveu para seu enteado a história que gostaria de ter lido quando criança. Essa história ressoa até hoje, uma leitura emocionante que criou o imaginário popular sobre os piratas e suas aventuras. Io-ho-hô, e uma garrafa de rum!

320 páginas, 16 x 23 cm

Tempo de leitura: 7 horas

Título original:  Treasure Island (1886)

Tradução: Gabriel Naldi

Ilustração: Andre Ducci

Robert Lewis Balfour Stevenson (seu nome verdadeiro) nasceu em 1850, em Edimburgo, Escócia. Por conta de sua saúde frágil, passou boa parte de sua infância na cama. Para passar o tempo, inventava histórias e as contava para sua mãe. Formou-se em direito, profissão que nunca exerceu. Aos 23 anos, já convivia com escritores e escrevia para revistas.
Adulto, sua tuberculose o fez viajar e morar em diversos países, sempre em busca de climas que amenizassem a doença. Um desses lugares foi a França, onde conheceu e se apaixonou por Fanny Vandergrift Osbourne, dez anos mais velha e já com um filho. Quando Fanny retornou a São Francisco, nos Estados Unidos, Stevenson foi atrás dela. Os dois se casaram em 1880.
De volta à Escócia, em 1881, Stevenson começa a criar a história de A Ilha do tesouro para divertir seu enteado, Lloyd, ao ver o menino desenhando em uma tarde chuvosa. Stevenson desenhou um mapa que levava a um tesouro escondido por piratas. A partir daí, foi criando os personagens e o enredo.
No final de sua vida, fixou-se nas Ilhas Samoa, onde ganhou status de celebridade local e o apelido Tusitala, que quer dizer “contador de histórias”. Lá viveu até morrer, em 1894.

Informação adicional

Peso 0.5 kg
Dimensões 23 × 16 × 3 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Ilha do tesouro, de Robert Louis Stevenson (reserva)”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *